DEIXE SUA CONTRIBUÇÃO EM COMENTÁRIOS

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

População de PIO XII pede mais segurança

População de PIO XII pede mais segurança durante Diálogos com Flávio Dino
Cidade já foi destaque no jornal The New York Times devido a falta de Segurança Pública
Recebendo a caravana do Diálogos pelo Maranhão na última sexta (22), a população de PIO XII fez uma reivindicação unânime: mais segurança. A cidade chegou a ser destaque em um dos jornais mais reconhecidos no mundo, o New York Times, que relatou alguns dos casos mais violentos que aconteceram na cidade, fazendo um paralelo com o crescimento desenfreado da violência no estado.
Os relatos de moradores indicaram que cidade (22 mil habitantes) contabilizou na última semana mais de 4 assassinatos, e acumulou 12 ao longo do último mês. Insatisfeitos, os moradores reclamaram que relatos de crimes brutais já se tornaram frequentes na região.
O vereador Josué Lima (PRP), alertou que os assassinatos e a violência não devem ser lembrados apenas como estatísticas, mas sim como um retrato da realidade. “Não sabemos quem será a próxima vítima, se um parente nosso, se um amigo. A defasagem no policiamento, aliada à falta de investimentos são os responsáveis por esse cenário”, analisou.
Todas as lideranças que participaram do evento discutiram a realidade da segurança na região e constataram a necessidade de modificação desta realidade. Ivar Furtado (PCdoB) resumiu a situação: “Estamos empacados, a falta de segurança interfere decisivamente em outras áreas: turismo, educação, economia”.
Flávio Dino, coordenador do movimento Diálogos pelo Maranhão, relatou que a falta de oportunidades colabora para formação de problemas desse tipo. “Enquanto maranhenses forem forçados a deixar o estado em busca de oportunidades essa realidade continuará a ser frequente. Com todos esses relatos, ainda assim o governo resolveu cortar o orçamento da segurança em R$ 6 milhões. Como vamos evoluir ‘sem investimentos?”, questionou.
Carlos Biné (PV), forte liderança da região, avaliou que o acúmulo de falta de investimentos foi a responsável por PIO XII ter se tornado conhecida no mundo inteiro como sinônimo de violência. “Esse descaso que nos impõem maltrata o nosso povo e leva nossa imagem para o mundo como sinônimo do que não presta. Isso precisa mudar”, disse.
Todas as lideranças políticas, sociais e religiosas que acompanharam a caravana do Diálogos pelo Maranhão em PIO XII concordaram que a falta de oportunidades, investimentos e políticas públicas específicas são os responsáveis pela construção de indicadores sociais lamentáveis, não apenas para PIOXII, mas também para as outras 216 cidades que compõem o estado.
Entre as lideranças que acompanharam as discussões e debates em PIO XII estão o deputado federal Simplício Araújo (SDD), o vice-prefeito de São Luís Roberto Rocha (PSB), os deputados estaduais Marcelo Tavares (PSB) e Bira do Pindaré (PSB), além de outras lideranças, a exemplo de Wagner Lago, Fábio Macedo e Rosângela Curado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Toda pessoa tem direito à liberdade de opinião e expressão; este direito inclui a liberdade de, sem interferência, ter opiniões e de procurar, receber e transmitir informações e idéias por quaisquer meios e independentemente de fronteiras. Vale lembrar: a Constituição Federal brasileira de 1988 veda o anonimato.

CONHEÇA A LISTA DE CURSOS 24 HORAS, VOCÊ É MEU INDICADO PARA EFETIVAR SEU CADASTRO AQUI

Empresa Mexicana de produtos alimentícios e/ou nutricionais e naturais com a melhor e exclusiva tecnologia desenvolvida por cientistas da NASA, presente em mais de 20 paises, procura pessoas a partir dos 18 anos de idade Na Sua Cidade para érea de vendas e distribuição.


A Constituição Federal no inciso IV do artigo 5 garante a livre manifestação de pensamento mas veda o anonimato.

"A vontade de Deus nunca irá levá-lo(a) aonde a Graça de Deus não irá protegê-lo(a)."

OBRIGADO, POR SUA VALOROSA VISITA!

Oportunidades

Pesquisar neste blog