DEIXE SUA CONTRIBUÇÃO EM COMENTÁRIOS

quinta-feira, 25 de abril de 2013

UTILIZANDO O JUDICIÁRIO NA TENTATIVA DE MASCARAR A VERDADE

Não que seja uma conduta de querer bater de frente, mas é que da forma como tentaram fazer comigo em Turiaçu, será uma questão de honra, vou filmar toda a documentação pertinente e divulgar na internet, para que todos que sintam interesse em maiores esclarecimentos, possam ter acesso a documentos oficiais, sobre muitas das patuscadas praticadas no período do prefeito brejeiro.

Ao proceder assim, não estarei ferindo os direitos fundamentais de nenhum dos indivíduos que participaram das tramas na tentativa de fazer com que eu perdesse o meu emprego no Ministério Público. O crime sobre o qual me acusaram, não puderam provar, porque mesmo aquele que trabalhava comigo, em seu passado se envolveu com negócios estranhos e a Polícia até abriu um inquérito Policial para investigar e eu quem fui o incubido na cidade para notificá-lo. A partir daí também surgiu um probleminha, mas nunca teve a coragem de me combater abertamente, mas sorrateiramente, às escondidas, percebi meses depois já aqui em São Luís, o quanto a sua opinião teve peso perante a um dirigente sindical que me fez pergunta esquisita e a minha resposta foi o silêncio e nunca mais o procurei para nada.

Eu divulgava aquilo que eu pensava que qualquer autoridade fiscalizadora consideraria uma boa ação, mas por isso também fui perseguido.

Acreditando que as alianças que conseguiu seria o suficiente para conseguir o que queria, o prefeito brejeiro me representou na Procuradoria Geral de Justiça do Maranhão.

Eles tentaram me satanizar, afirmando que eu seria o responsável pela suposta desordem na cidade, me acusaram de me utilizar de informações privilegiadas para publicar em blog. O Promotor que predidiu a Sindicância é um conhecido agente do bem, e portando o resultado não agradou ao prefeito de Turiaçu, o maior mentiroso que já conheci.

Mas não satisfeito, protocolou duas ações judiciais contra o servidor ministerial e blogueiro Chagas Freitas. Mas ai eu pergunto, quem são as testemunhas do mentiroso, quem se atreve a mentir por ele?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Toda pessoa tem direito à liberdade de opinião e expressão; este direito inclui a liberdade de, sem interferência, ter opiniões e de procurar, receber e transmitir informações e idéias por quaisquer meios e independentemente de fronteiras. Vale lembrar: a Constituição Federal brasileira de 1988 veda o anonimato.

CONHEÇA A LISTA DE CURSOS 24 HORAS, VOCÊ É MEU INDICADO PARA EFETIVAR SEU CADASTRO AQUI

Empresa Mexicana de produtos alimentícios e/ou nutricionais e naturais com a melhor e exclusiva tecnologia desenvolvida por cientistas da NASA, presente em mais de 20 paises, procura pessoas a partir dos 18 anos de idade Na Sua Cidade para érea de vendas e distribuição.


A Constituição Federal no inciso IV do artigo 5 garante a livre manifestação de pensamento mas veda o anonimato.

"A vontade de Deus nunca irá levá-lo(a) aonde a Graça de Deus não irá protegê-lo(a)."

OBRIGADO, POR SUA VALOROSA VISITA!

Oportunidades

Pesquisar neste blog