DEIXE SUA CONTRIBUÇÃO EM COMENTÁRIOS

sábado, 27 de outubro de 2012

MPX, EMBRAPA E INAGRO assinam convênio para transferência de tecnologia


Acordo poderá agregar valor às produções agrícolas de comunidade em Santo Antônio dos Lopes e Capinzal do Norte

A Empresa Brasileira de Pesquisas Agropecuárias (Embrapa, unidade Cocais), o Instituto de Agronegócio do Maranhão (INAGRO) e a MPX, empresa de energia do Grupo EBX, de Eike Batista, assinaram nesta sexta-feira (26) um convênio de transferência de tecnologias de produção agroextrativista e agroindustrial para as comunidades dos municípios de Santo Antônio dos Lopes e Capinzal do Norte, no Maranhão. O convênio visa treinamentos e capacitações, por meio de cursos, palestras e visitas técnicas.  Também serão discutidas e definidas as possibilidades de implantação de diferentes sistemas de cultivos e de unidades de beneficiamento de produtos gerados nas comunidades, principalmente o babaçu, que é matéria-prima das comunidades localizadas na região. O investimento será feito por meio da Usina Termelétrica Parnaíba, empreendimento de geração de energia da MPX no município de Santo Antônio dos Lopes/MA.
MPX, Embrapa e INAGRO assinam convênio para transferência de tecnologia.

Atualmente, as atividades agrícolas representam a principal ocupação e subsistência dessas famílias.  Tais atividades são realizadas atualmente de modo tradicional com baixo ou nenhum uso de tecnologia, o que dificulta o aumento da produção e principalmente dos rendimentos financeiros.  O convênio permitirá que as comunidades tradicionais, como as quebradeiras de coco babaçu do povoado da Demanda no município de Santo Antônio dos Lopes, a Escola Família Agrícola (AEFAC) e a Associação das Mulheres Quebradeiras de Coco (AMUQUEC) do município de Capinzal do Norte, possam agregar valores em suas atividades agrícolas familiares e agroextrativistas de forma sustentável, promovendo incrementos nas suas rendas.

“O convênio é de grande importância não só para as instituições envolvidas, mas especialmente para as comunidades de agricultores familiares beneficiadas. Esse esforço vai se refletir em produtos que possibilitarão a geração de empregos, rendas e riquezas para as famílias envolvidas”, afirma Valdemício Ferreira, Chefe geral da Embrapa Cocais.

Para a Coordenadora de Responsabilidade Social e Ambiental da MPX, Gisele Moreira, o convênio reflete o compromisso social da empresa de desenvolver-se junto com o ambiente no qual está inserido o seu empreendimento. “Reforçamos a valorização da manutenção da cultura local e do respeito ao meio ambiente”, diz Gisele.

O Diretor da Escola Família Agrícola, Júlio Praxedes, saudou a assinatura do convênio e na oportunidade agradeceu o apoio das empresas envolvidas. “Agradeço a MPX, INAGRO e Embrapa por contribuírem para o desenvolvimento da nossa comunidade. Teremos um futuro muito melhor do que esperamos”, destacou Júlio.

UTE Parnaíba

A termelétrica Parnaíba é um empreendimento de geração de energia elétrica a gás natural, com licença para até 3.722 MW, que está sendo desenvolvido no município de Santo Antônio dos Lopes, no Maranhão. A capacidade contratada da usina Parnaíba já alcança mais de 1.500 MW. A primeira fase da usina entrará em operação em 2013, através de uma parceria entre a MPX (70%) e a Petra Energia (30%). A usina será abastecida pelo gás da OGX e MPX produzido na Bacia do Parnaíba.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Toda pessoa tem direito à liberdade de opinião e expressão; este direito inclui a liberdade de, sem interferência, ter opiniões e de procurar, receber e transmitir informações e idéias por quaisquer meios e independentemente de fronteiras. Vale lembrar: a Constituição Federal brasileira de 1988 veda o anonimato.

CONHEÇA A LISTA DE CURSOS 24 HORAS, VOCÊ É MEU INDICADO PARA EFETIVAR SEU CADASTRO AQUI

Empresa Mexicana de produtos alimentícios e/ou nutricionais e naturais com a melhor e exclusiva tecnologia desenvolvida por cientistas da NASA, presente em mais de 20 paises, procura pessoas a partir dos 18 anos de idade Na Sua Cidade para érea de vendas e distribuição.


A Constituição Federal no inciso IV do artigo 5 garante a livre manifestação de pensamento mas veda o anonimato.

"A vontade de Deus nunca irá levá-lo(a) aonde a Graça de Deus não irá protegê-lo(a)."

OBRIGADO, POR SUA VALOROSA VISITA!

Oportunidades

Pesquisar neste blog