DEIXE SUA CONTRIBUÇÃO EM COMENTÁRIOS

terça-feira, 25 de setembro de 2012

A ERA PINÓQUIO EM TURIÇAU

Quem não lembra da era do prefeito brejeiro, aquele que se mexeu, dançou e fez beicinho e tudo para perseguir o servidor ministerial em Turiaçu, que chegou a ser ameaçado por seu "delegado". Consta em documentos, além de muitas outras situações que os "chegados" do prefeito, não tiveram coragem de prosseguir, porque a mentira tem pernas curtas.


Segue um trecho sobre a era do prefeito brejeiro, que foi publicado no Jornal Pequeno online, mas tempos depois, em busca pela internet, não foi mais encontrado o conteúdo que segue:

Jornal Pequeno Home » Edições » 2010 » Fevereiro »
PEDREIRO DIZ TER SIDO AGREDIDO POR PREFEITO DO MUNICÍPIO DE TURIAÇU
"Em visita à redação do Jornal Pequeno, o pedreiro Lázaro Narciso de Sousa Filho, conhecido como Lazinho, informou ter sido agredido fisicamente e com palavras de baixo calão pelo atual prefeito do município de Turiaçu, Raimundo Nonato Costa Neto - COSTINHA (PT). O episódio, segundo LAZINHO, teria ocorrido em plena praça pública, no momento em que ele trabalhava em uma construção, acompanhado de dois ajudantes. O pedreiro contou que estava trabalhando, próximo ao mercado municipal, e pediu para que um de seus ajudantes preparasse a massa na rua, momento em apareceu o secretário de Obras do município que não teria gostado do que viu, saindo em seguida para comunicar o fato ao prefeito. De acordo com relatos de Lazinho, Raimundo Nonato foi até a obra acompanhado de seu pai e de mais dois seguranças, ordenando que o concreto fosse retirado da via, mas como não estava obstruindo o trânsito Lázaro Narciso se recusou a fazer o que mandava o prefeito. Foto: DIVULGAÇÃO

Lázaro Narciso denunciou agressão praticada por prefeito
Lázaro Narciso disse que, com a recusa, Raimundo Nonato se exaltou e começou a insultá-lo com palavras de baixo calão e lhe aplicou três tapas nas costas, afirmando que o pedreiro "iria ver era que mandava na cidade" e saiu em direção à delegacia do município. Alguns minutos após, segundo cotou Lazinho, chegou uma viatura da Polícia Civil e os agentes o conduziram ao distrito até a presença do policial civil Braga, que estaria respondendo como delegado. "Quando eu estava assinado o Boletim de Ocorrência, o prefeito ligou e Braga disse que não poderia me prender, mas me manteve ainda detido por cerca de duas horas. Só fui solto, depois que o policial ligou para o seu superior e este orientou que seria melhor me liberar, pois ele poderia se complicar", concluiu o pedreiro, informando que registrou ocorrência na delegacia de Turiaçu."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Toda pessoa tem direito à liberdade de opinião e expressão; este direito inclui a liberdade de, sem interferência, ter opiniões e de procurar, receber e transmitir informações e idéias por quaisquer meios e independentemente de fronteiras. Vale lembrar: a Constituição Federal brasileira de 1988 veda o anonimato.

CONHEÇA A LISTA DE CURSOS 24 HORAS, VOCÊ É MEU INDICADO PARA EFETIVAR SEU CADASTRO AQUI

Empresa Mexicana de produtos alimentícios e/ou nutricionais e naturais com a melhor e exclusiva tecnologia desenvolvida por cientistas da NASA, presente em mais de 20 paises, procura pessoas a partir dos 18 anos de idade Na Sua Cidade para érea de vendas e distribuição.


A Constituição Federal no inciso IV do artigo 5 garante a livre manifestação de pensamento mas veda o anonimato.

"A vontade de Deus nunca irá levá-lo(a) aonde a Graça de Deus não irá protegê-lo(a)."

OBRIGADO, POR SUA VALOROSA VISITA!

Oportunidades

Pesquisar neste blog