DEIXE SUA CONTRIBUÇÃO EM COMENTÁRIOS

quinta-feira, 5 de maio de 2011

A RÃ, O RATO E O FALCÃO, MORAL DA HISTÓRIA

O estrupador de consciência, aquele que se aproveitou da máscara que tentou ou usou por tempo sufiente, conseguiu enganar muitas pessoas.
Queremos lembrar que o Prefeito de Turiaçu é um político muito trabalhador, não é advogado, mas deve está ganhando muito dinheiro para pagar advogados para acionar o editor deste blog na Justiça.
Comete um grave engano, se pensar esse prefeito que a Justiça é uma extensão de residência ou mesmo de "sua" prefeitura.
"Tenho outros dois blogs que edito com uma certa frequência", todas as pessoas de boa fé, sérias, honradas e probas, que se sentiram magoadas com alguma publicação, procuraram a editoria para esclarecimentos.
Por achar interessante, "reproduzo" publicação do blog do César Soares

Um jovem Rato em busca de aventuras estava correndo ao longo da margem de uma lagoa onde vivia uma Rã. Quando a Rã viu o Rato, nadou até a margem e disse coachando:

“Você não gostaria de me fazer uma visita? Prometo que, se quiser, não se arrependerá...”

O Rato aceitou a oferta na hora, já que estava ansioso para conhecer o mundo e tudo que havia nele.

Entretanto, embora soubesse nadar um pouco, cauteloso, ele disse que não se arriscaria a entrar na lagoa sem alguma ajuda.

A Rã teve uma ideia. Ela amarrou a perna do Rato à sua com uma robusta fibra de junco. Então, já dentro da lagoa, pulou levando junto com ela seu infeliz e ingênuo companheiro.

O Rato logo se deu por satisfeito e queria voltar para terra firme. Mas a traiçoeira Rã tinha outros planos. Ela deu um puxão no Rato, que preso à sua perna nada podia fazer, e mergulhou na água afogando-o.

No entanto, antes que ela pudesse soltar-se da fibra que a prendia ao Rato, um Falcão que sobrevoava a lagoa, ao ver o corpo do Rato flutuando na água, deu um vôo rasante, e com suas fortes garras o segurou levando-o para longe, ainda com a Rã presa e pendurada à sua perna.

Desse modo, com um só golpe, a Ave de rapina capturou a ambos, tendo assegurada uma porção de carne variada, animal e peixe, para o seu jantar daquele dia.

Moral da História:

Aquele que procura prejudicar os outros, frequentemente, através de suas próprias artimanhas, acaba por prejudicar a si mesmo...

2 comentários:

  1. Obrigado pela reprodução do post. Que bom que vc achou interessante. Os personagens das fábulas são animais, que se comportam e pensam como seres humanos. Qualquer semelhança poderá não ser coincidência!

    ResponderExcluir
  2. Prezado César Soares seu blog juntamente com o de Robet Lobato faz parte de minha lista de leitura semanal, dentre outros.

    ResponderExcluir

Toda pessoa tem direito à liberdade de opinião e expressão; este direito inclui a liberdade de, sem interferência, ter opiniões e de procurar, receber e transmitir informações e idéias por quaisquer meios e independentemente de fronteiras. Vale lembrar: a Constituição Federal brasileira de 1988 veda o anonimato.

CONHEÇA A LISTA DE CURSOS 24 HORAS, VOCÊ É MEU INDICADO PARA EFETIVAR SEU CADASTRO AQUI

Empresa Mexicana de produtos alimentícios e/ou nutricionais e naturais com a melhor e exclusiva tecnologia desenvolvida por cientistas da NASA, presente em mais de 20 paises, procura pessoas a partir dos 18 anos de idade Na Sua Cidade para érea de vendas e distribuição.


A Constituição Federal no inciso IV do artigo 5 garante a livre manifestação de pensamento mas veda o anonimato.

"A vontade de Deus nunca irá levá-lo(a) aonde a Graça de Deus não irá protegê-lo(a)."

OBRIGADO, POR SUA VALOROSA VISITA!

Oportunidades

Pesquisar neste blog