DEIXE SUA CONTRIBUÇÃO EM COMENTÁRIOS

sábado, 31 de julho de 2010

Um desabafo

Eles se enganaram comigo, devem ter pensado que me utilizaria da função pública para me vingar, puro engano, nada do que venho produzindo, é por vingança, nada que venho produzindo é por ódio; o na época delegado, esse investigador, fez uma grave acusação verbal de que eu estaria me utilizando de informações obtidas no exercício da atividade pública..., mas se ele falasse a verdade, deve ter falado por suposição ou por orientação, porque até fiquei na ocasião confuso, mas depois descobri a verdade sobre suas acusações. Se fosse verdade o que ele verbalmente falou para a promotora da comarca, eu teria me utilizado de informações obtida de uma Ação do Ministério Público contra ele, na qual eu fui secretário do feito e fui eu quem protocolou no Fórum de Turiaçu e ainda assim, como não pauto o meu comportamento profissional pelo lado pessoal contra quem quer que seja, fiz de conta que nada estava acontecendo, ao contrário dele, que falou desbragadamente para um ex-agente da Promotoria de Justiça de Turiaçu (Romão), que não gostava de uma rapazinho que existia naquela promotoria de justiça. O fato dele gostar ou não de mim, não mudou em nada e não vai mudar, e não faço questão que gostem de mim, para eu fazer o que ele vem fazendo na cidade, proteger interesses escusos. Não aceito ser engraxado. E tem mais, se fosse algo pessoal, eu também apenas com as declarações dele para a promotora da Comarca, eu poderia, mas não tenho disponibilidade, levar o caso para as autoridades competentes para apurar e julgar a situação. Que nesse caso, não seria em Turiaçu.

Como se percebe, eles ao invés de tomarem uma providência sobre o caso Caribu, eles se incomodaram comigo, me acusaram de promover desordem na cidade, atrapalhar o serviço e agredir os cidadãos da urbe de Turiaçu. Vê se pode um negócio desse. Me compre um bode!

A Câmara de Vereadores, jamais iria aprovar um título de cidadania para uma pessoa que agride seus conterrâneos, embora sendo a maioria da base do prefeito Costinha, aprovou em 17 de junho de 2010, o título de Cidadania ao Chagas Freitas, acusado pelo prefeito e por esse investigador por praticar atos de autoria deles mesmos.

Esse prefeito é tão desorganizado, que deveria ter ficado na dele, ou então dialogado, e não tentando me prejudicar, que foi o que ele fez desde o comentário feito por ele de que teria sido vítima de extorsão, um bulhento desse, embusteiro. Não cito outras coisas, para não comprometer as pessoas que me comunicaram. Esse intrujão vai responder processos, fora do poder. Não que desejo isso pra ele, mas as suas práticas apontam para isso. E não vou admitir que as suas infâmias fiquem impunes. No momento certo, ele vai ter que acionar a sua assessoria jurídica para responder judicialmente por toda a maldade que perpetrou contra as pessoas que o ajudaram. E já está em andamento, uma ação judicial contra esse embusteiro.

O fato de eu escrever deste modo, não quer dizer que não o respeito, toda autoridade merece o nosso respeito, ele é uma autoridade, mas fez uma coisa erradíssima, tentou se utilizar dessa autoridade para humilhar as pessoas, com arrogância, penseou que eu fosse me submeter a ele, sendo como muitos servidores, engraxados para fazerem vistas grossa. Isso não faço.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Toda pessoa tem direito à liberdade de opinião e expressão; este direito inclui a liberdade de, sem interferência, ter opiniões e de procurar, receber e transmitir informações e idéias por quaisquer meios e independentemente de fronteiras. Vale lembrar: a Constituição Federal brasileira de 1988 veda o anonimato.

CONHEÇA A LISTA DE CURSOS 24 HORAS, VOCÊ É MEU INDICADO PARA EFETIVAR SEU CADASTRO AQUI

Empresa Mexicana de produtos alimentícios e/ou nutricionais e naturais com a melhor e exclusiva tecnologia desenvolvida por cientistas da NASA, presente em mais de 20 paises, procura pessoas a partir dos 18 anos de idade Na Sua Cidade para érea de vendas e distribuição.


A Constituição Federal no inciso IV do artigo 5 garante a livre manifestação de pensamento mas veda o anonimato.

"A vontade de Deus nunca irá levá-lo(a) aonde a Graça de Deus não irá protegê-lo(a)."

OBRIGADO, POR SUA VALOROSA VISITA!

Oportunidades

Pesquisar neste blog