DEIXE SUA CONTRIBUÇÃO EM COMENTÁRIOS

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Justiça Eleitoral cassa Prefeito de Central do Maranhão

SÃO LUÍS - O juiz Paulo de Assis Ribeiro, da 30ª Zona Eleitoral na Comarca de Guimarães, cassou o prefeito reeleito de Central do Maranhão, Irã Monteiro Costa (PDT), e seu vice, José Santos Araújo (PT), por compra de votos e abuso de poder econômico no pleito de 2008.

O hoje pedetista ficou conhecido nacionalmente em 2006 por causa das eleições presidenciais. Foi em Central do Maranhão que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) teve sua maior votação proporcional no país: 97,1%. Na época, Irã Monteiro era filiado ao PSDB. O candidato tucano Geraldo Alckmin teve apenas 2,8% dos votos no município. Lula mandou uma carta ao prefeito agradecendo pela votação.

Irã Monteiro é acusado de doar dinheiro e caixas de isopor aos eleitores e usar ônibus escolares da Prefeitura em suas carreatas. No dia da eleição, ele utilizou o hospital municipal como base para as ações de boca-de-urna. Até uma ambulância foi usada para transportar eleitores.

Foi determinada a realização de nova eleição no município. O prefeito cassado foi eleito com 50,85% dos votos. Em segundo lugar ficou Benedito Barros, do DEM, com 2.057 (42,69%) e, em terceiro, Itamar Aguiar, do PV, com 311 votos (06,45%). Estava prevista ainda para ontem a posse do presidente da Câmara no cargo de prefeito.


Buriti - O presidente da Câmara de Vereadores de Buriti, Raimundo Nonato Mendes Cardoso, foi empossado quinta-feira passada no cargo de prefeito, em substituição a Francisco Evandro de Freitas Costa Mourão, o Nenem Mourão (PRB). Ele e seu vice, Lourival Batista da Silva (DEM), foram cassados no último dia 17, acusados de compra de votos, pela juíza Karine Lopes de Castro (25ª Zona Eleitoral).

Sábado passado, o juiz Sérgio Muniz, do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) concedeu liminar para que o prefeito permanecesse no cargo até o julgamento do caso pelo tribunal. Quarta-feira, o relator original do processo, José Joaquim Figueiredo dos Anjos, revogou a decisão e mandou que fosse cumprida a sentença da juíza de Buriti.


Chegou o Windows 7: Incrivelmente simples! Clique e conheça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Toda pessoa tem direito à liberdade de opinião e expressão; este direito inclui a liberdade de, sem interferência, ter opiniões e de procurar, receber e transmitir informações e idéias por quaisquer meios e independentemente de fronteiras. Vale lembrar: a Constituição Federal brasileira de 1988 veda o anonimato.

CONHEÇA A LISTA DE CURSOS 24 HORAS, VOCÊ É MEU INDICADO PARA EFETIVAR SEU CADASTRO AQUI

Empresa Mexicana de produtos alimentícios e/ou nutricionais e naturais com a melhor e exclusiva tecnologia desenvolvida por cientistas da NASA, presente em mais de 20 paises, procura pessoas a partir dos 18 anos de idade Na Sua Cidade para érea de vendas e distribuição.


A Constituição Federal no inciso IV do artigo 5 garante a livre manifestação de pensamento mas veda o anonimato.

"A vontade de Deus nunca irá levá-lo(a) aonde a Graça de Deus não irá protegê-lo(a)."

OBRIGADO, POR SUA VALOROSA VISITA!

Oportunidades

Pesquisar neste blog