DEIXE SUA CONTRIBUÇÃO EM COMENTÁRIOS

domingo, 4 de outubro de 2009

Política de oposição no Maranhão

Oposição do MA recompõe as forças para eleições de 2010
PSB resiste e vence
O ex-governador José Reinaldo Tavares (PSB) impôs nova derrota ao grupo Sarney na reta final do prazo de filiações partidárias. Dispostos a minar a liderança do socialista, os Sarney trabalharam intensamente com o objetivo de enfraquecer o PSB. Deram com os burros n'água.
Anunciaram como certa a filiação do ex-presidente da Famem (Federação dos Municípios do Maranhão) Cleomar Tema no PV. Creditariam a isto um suposto fracasso da aliança PSB, PCdoB na disputa pelo governo do Estado.
A estratégia bolada por Roseana Sarney e Ricardo Murad foi um retumbante fracasso. Tema permaneceu e o PSB ampliou seu quadro de filiados com respeitável cacife eleitoral na região dos Cocais.
A deputada Cleide Coutinho (ex-PSDB), uma das mais votadas na última eleição, filiou-se ao partido. Ela é mulher do prefeito de Caxias, Humberto Coutinho (PDT), um dos principais articuladores da pré-candidatura de Flávio Dino ao governo do Estado. Os sarneisistas insistiram na tentativa de reduzir o tamanho político do PSB. Desta vez o alvo foi a bancada do partido na Assembléia. Convenceram os deputados Afonso Manoel e José Lima a deixarem a legenda e se filiarem ao PMDB e PV, respectivamente.
O PSB reagiu e vai pedir o mandato administrativamente à Mesa Diretora da Assembléia por infidelidade partidária dos parlamentares. Caso o pedido seja deferido pela Assembléia, caberá aos deputados infiéis e não ao partido dar início a uma batalha jurídica, cuja conclusão é imprevisível.
O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) estabeleceu a fidelidade partidária, cujo mandato pertence ao partido e não ao político eleito, e em resposta à consulta feita pelo deputado federal Sarney Filho (PV) o tribunal reiterou a decisão e foi além: nem mesmo as transferências "amigáveis" com os dirigentes dos partidos poupa os infiéis de perder o mandato.
O entendimento do TSE fulmina as pretensões de Roseana Sarney em reduzir a bancada do PSB na Assembléia. Com isso, o PSB tende a manter a mesma bancada eleita em 2006. Assumiriam então a médica Luana Alves e Roberto Câmara.
A dinastia Sarney amargou ainda na reta final do troca-troca partidário o crescimento do PCdoB, aliado do PSB reinaldista. Os comunistas passarão a ter representação na Assembleia com a filiação do deputado Rubens Júnior. Com ele desembarca na pré-candidatura de Flávio Dino ao governo do Estado a prefeita Suely Pereira (Matões) e todo o grupo político liderado pelo ex-deputado Rubens Pereira. Como se vê, o PSB e o ex-governador Zé Reinaldo acumularam mais uma vitória sobre Roseana Sarney.
Gênese do azul I
Acerca de sua ida para o PSDB, Edson Vidigal escreveu em seu blog: "A jornalista Kássia Brito me perguntou: 'O PSDB deu ao senhor a garantia de ser o indicado como candidato do partido a uma vaga no Senado?' Respondi:
"A ênfase da próxima campanha incluirá o Senado. E o PSDB quer apresentar ao povo um candidato que possa resgatar o Maranhão para a República.
"Eu tenho clara noção do que isso significa, e a minha experiência profissional e história de vida são garantias de que eu estou em condições de fazer o melhor trabalho."
Gênese do azul II
– Garantia esta que o PSB não lhe conferiu?
E Vidigal: "Num time que vai entrar em campo não há espaço para dois Camisa 10.
"Então, até por uma questão de antiguidade, a Camisa do Pelé tinha que ficar para o Zé Reinaldo.
Gênese do azul III
– No que essa sua mudança pode ser considerada estratégica?
"No PSDB já tenho garantida a Camisa 9, soma dos números 4 mais 5, igual a 45.
"Então eu vou entrar em campo com a camisa do Ronaldo. Não tem estratégia. O campo da batalha é o mesmo e estamos todos juntos com o mesmo objetivo – vencer a oligarquia decadente e cruel. A luta do Maranhão está acima das questões nacionais, infelizmente".
Gênese do azul IV
Prossegue Vidigal: "De um certo modo, está muito claro que o inimigo maior do povo só se mantém forte porque se nutre do apoio do poder federal, que independentemente de quem esteja na Presidência da República precisa ceder à barganha dos que nos dominam para nos vender em Brasília.
"É preciso romper esse ciclo perverso trocando os senadores. Não basta eleger maioria de deputados e governador. Temos que concentrar as forças na eleição para o Senado. O povo agora vai poder escolher dois; ou seja, vai poder votar duas vezes.
"Não podemos começar achando que já perdemos de 1 a zero. Temos que lutar é pelo 2 a zero; ou seja, eleger os dois senadores. (Do blog do Vidigal)
Dutra governador I
Hoje é o dia das entrevistas. Os trechos seguintes foram postados no blog do Robert Lobato, e o entrevistado é o presidente estadual do PT, deputado federal Domingos Dutra.
Que, pela primeira vez, admite entrar na disputa pela vaga de governador do Maranhão nas eleições 2010.
Com o apoio dos partidos que já foram apoiados pelo PT...
Dutra governador II
Existe algum movimento no PT em torno da defesa da candidatura própria ao governo do Maranhão?
Há um sentimento na base do partido que é hora do PT deixar de ser muleta dos outros. Temos lideranças, uma militância aguerrida, um partido com credibilidade e um governo exitoso. A base deseja que o PT tenha um candidato ao governo.
Já as lideranças estão cautelosas em face da distância do final das convenções; da indefinição da conjuntura nacional e do mês de março do ano vindouro em que será realizado o nosso Encontro Estadual.
Dutra governador III
O senhor admite a possibilidade de ser candidato a governador pelo partido?
Admito, sim, a pré-candidatura, retornando o processo de candidatura própria de 82, 86, 98 e 2002. Se outros partidos podem ter pré-candidatos, por que o PT não pode? Topamos o desafio.
Quais os partidos que o PT poderia juntar em torno da sua candidatura? O PSB, PC do B, PCB, PMN, PDT sempre foram aliados do PT. Ao apoiamos o PDT três vezes e o PSB uma. Agora é hora da reciprocidade.
Dutra governador IV
O senhor teria apoio do presidente Lula numa eventual candidatura ao governo?
O presidente Lula é universal. A nossa pré-candidata a presidente da República terá palanques diversos em vários estados. O presidente saberá valorizar o PT sem desprezar os aliados. Se não nos apoiar, seguiremos com as nossas forças. Disputamos em 1998 em situação pior. Quem veio de onde eu vim, não teme dificuldades.
É possível evitar que o PT saia dividido após o PED/2009? Acho que sim, desde que todas as forças que almejam eleger seus representantes estejam contempladas e isto pode ser possível e que os que estão na Casa Grande do Calhau dêem meia volta.
Na terra dos Sarney
O presidente do Senado, José Sarney (PMDBAP), está furioso com o jornalista Palmério Dória, autor do livro "Honoráveis Bandidos - Um Retrato do Brasil na Era Sarney", da Geração Editorial. Destemido, Palmério fará noite de autógrafos numa praça de São Luís. (IstoÉ Confidencial)
MIUDINHAS
Hoje é Dia de São Francisco de Assis. Muitos maranhenses seguiram para Canindé, no Ceará, em romaria.
A cidade é famosa por promover o maior festejo do Brasil em homenagem ao santo milagroso.
FRASE DO DIA: "Ó Mestre, fazei que eu procure mais consolar que ser consolado; compreender, que ser compreendido; amar, que ser amado. Pois é dando que se recebe, é perdoando que se é perdoado, e é morrendo que se vive para a vida eterna". São Francisco de Assis.
 
PCdoB confirma pré-candidatura de Flávio Dino ao governo do Estado
"Sim, nós podemos vencer"! Foi com uma alusão à famosa frase que embalou a campanha de Barack Obama nas eleições americanas do ano passado que o deputado federal Flávio Dino disse sim ontem à convocação de seu partido, o PCdoB, e outras forças políticas e partidárias, para se candidatar ao governo do Maranhão nas eleições do próximo ano. "Sim, nós no Maranhão podemos, queremos e vamos vencer", discursou para aplauso de um auditório completamente lotado.
A confirmação oficial da pré-candidatura aconteceu durante a abertura da XI Conferência do partido que está sendo realizada desde ontem pela manhã no auditório da Assembléia Legislativa.
Ao dizer sim à convocação do partido para ser candidato ao governo, Flávio Dino disse que aceitava o desafio de "caminhar por todo o Maranhão alimentando a esperança na mudança e construindo uma candidatura para vencer e transformar o Maranhão".
Dirigentes sindicais e lideranças do PT e PSB participaram do evento e discursaram em defesa de uma candidatura "dos setores democráticos e populares ao governo". A continuidade do ciclo político liderado pelo presidente Lula foi um ponto comum nos discursos, seja com a defesa da candidatura de Ciro Gomes, feita pelos socialistas, ou de Dilma, defendida pelos petistas. Flávio Dino acrescentou:" o que foi feito no Brasil por Lula será feito por nós aqui no Maranhão".
O deputado federal Washington Luiz(PT) enfatizou a necessidade de casar a disputa estadual com a que se realizará no plano nacional e destacou a responsabilidade da esquerda maranhense, citando PT, PSB e PCdoB
Para o ex-governador José Reinaldo Tavares (PSB) a unidade do PT, PSB e PCdoB "fará com que a candidatura do Flávio Dino seja vitoriosa com facilidade". É por isso, completou "que a Roseana Sarney tem tanto medo do Flávio Dino".  O presidente da Assembléia, Marcelo Tavares, criticou "o grupo oligárquico que quer definir o cargo que Flávio Dino vai disputar, mas quem vai decidir somos nós e o povo do Maranhão".
Filiado ao PCdoB no meio da semana, o deputado Rubens Júnior também fez um contundente discurso em defesa da renovação política e manifestou confiança na candidatura de Flávio Dino. "A esperança na mudança real está no coração de nosso povo e nós não podemos frustrá-lo", disse.
Direção – Com o nome de Flávio Dino já definido como pré-candidato ao governo, o PCdoB elegerá hoje pela manhã a sua nova direção para o período 2010-1012. De acordo com a atual direção o partido passará a contar com 63 dirigentes estaduais, entre os quais lideranças filiadas recentemente como Luciano Genésio, Mávio Rocha e o próprio Rubens Júnior.
 
 


Você sabia que pode utilizar o Messenger de qualquer tipo de celular? Saiba mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Toda pessoa tem direito à liberdade de opinião e expressão; este direito inclui a liberdade de, sem interferência, ter opiniões e de procurar, receber e transmitir informações e idéias por quaisquer meios e independentemente de fronteiras. Vale lembrar: a Constituição Federal brasileira de 1988 veda o anonimato.

CONHEÇA A LISTA DE CURSOS 24 HORAS, VOCÊ É MEU INDICADO PARA EFETIVAR SEU CADASTRO AQUI

Empresa Mexicana de produtos alimentícios e/ou nutricionais e naturais com a melhor e exclusiva tecnologia desenvolvida por cientistas da NASA, presente em mais de 20 paises, procura pessoas a partir dos 18 anos de idade Na Sua Cidade para érea de vendas e distribuição.


A Constituição Federal no inciso IV do artigo 5 garante a livre manifestação de pensamento mas veda o anonimato.

"A vontade de Deus nunca irá levá-lo(a) aonde a Graça de Deus não irá protegê-lo(a)."

OBRIGADO, POR SUA VALOROSA VISITA!

Oportunidades

Pesquisar neste blog