DEIXE SUA CONTRIBUÇÃO EM COMENTÁRIOS

terça-feira, 6 de outubro de 2009

Parlamentares ignoram TSE e trocam de partidos

15 parlamentares ignoram TSE e trocam de partido

 

De pouco adiantou a regra do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que pune com perda do mandato a infidelidade partidária. Na Assembléia Legislativa do Estado do Maranhão, 15 dos 42 deputados trocaram de partido, a um ano das eleições.

 
Blog do Cardoso:
-O ministro de Relações Instituticionais do Governo Federal, José Múcio, anunciou a disposição do presidente Lula em apoiar a proposta do deputado federal Flávio Dino, que abre a janela para a infidelidade partidária.

O Tribunal Superior Eleitoral, TSE, está diante de uma encruzilhada. Ou age, impondo a jurisprudência criada ou se desmoraliza. O TSE estabeleceu como regra a fidelidade partidária, enquadrando políticos e partidos. Não adiantou. Nesta virada de calendário eleitoral e faltando um ano para as eleições, nada menos de 18 parlamentares cometeram infidelidade e deixaram as suas legendas. Os políticos com mandato, ao que parece, pouco dão importância ao que é lei, ética, honestidade, enfim, se sobrepõem acima dos tribunais. O que o TSE pode fazer. Nada. Esperar que os partidos entrem com processos para retomar o mandato infiel. E o Tribunal. Ora, integra a justiça brasileira. Assim posto, com a morosidade de sempre, analisará cada caso. Quando chegar ao fim, boa parte dos infiéis terá perdido as eleições, consequentemente o mandato. A outra terá sido eleita por outra legenda e o que passou, passou e tudo ficará por isso mesmo. E toca o bonde.
Essa semana teve Deputado em programa de rádio local, que jurou que sua mudança era um pedido do povo. Que povo? Pai, Mãe, assessores, só se for.
O Mais interessante é que tem partido que vai pedir o mandato dos infiéis ao TSE e aceita infiel.
Resumo da Opera, A justiça eleitoral é uma brincadeira de mau gosto, isso sim.
Veja os parlamentares que mudaram de partido pelo bem do bolso, ou melhor dizendo do Povo.

NA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA
Afonso Manoel - Trocou o PSB pelo PMDB
Alberto Franco - Trocou o PSDB pelo PMDB
Antônio Bacelar - Trocou o PDT pelo PMDB
Arnaldo Melo - Trocou o PSDB pelo PMDB
Carlos Braide - Trocou o PDT pelo PMDB
Cleide Coutinho - Trocou o PSDB pelo PSB
Graciete Lisboa - Trocou o PSDB pelo PMDB
José Lima - Trocou o PSB pelo PMDB
Marcos Caldas - Trocou o PTdoB pelo PRB
Paulo Neto - Trocou o PSB pelo PRB
Rigo Teles - Trocou o PSDB pelo PV
Rubens Pereira Júnior - Trocou o PRTB pelo PCdoB
Stênio Rezende - Trocou o PSDB pelo PMDB
NA CÂMARA FEDERAL
Davi Alves Silva Júnior - Trocou o PDT pelo PR
Zé Vieira - Estava sem partido e se filiou ao PR
 


Novo Internet Explorer 8: traduza com apenas um clique. Baixe agora, é grátis!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Toda pessoa tem direito à liberdade de opinião e expressão; este direito inclui a liberdade de, sem interferência, ter opiniões e de procurar, receber e transmitir informações e idéias por quaisquer meios e independentemente de fronteiras. Vale lembrar: a Constituição Federal brasileira de 1988 veda o anonimato.

CONHEÇA A LISTA DE CURSOS 24 HORAS, VOCÊ É MEU INDICADO PARA EFETIVAR SEU CADASTRO AQUI

Empresa Mexicana de produtos alimentícios e/ou nutricionais e naturais com a melhor e exclusiva tecnologia desenvolvida por cientistas da NASA, presente em mais de 20 paises, procura pessoas a partir dos 18 anos de idade Na Sua Cidade para érea de vendas e distribuição.


A Constituição Federal no inciso IV do artigo 5 garante a livre manifestação de pensamento mas veda o anonimato.

"A vontade de Deus nunca irá levá-lo(a) aonde a Graça de Deus não irá protegê-lo(a)."

OBRIGADO, POR SUA VALOROSA VISITA!

Oportunidades

Pesquisar neste blog