DEIXE SUA CONTRIBUÇÃO EM COMENTÁRIOS

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Morre deputado Pedro Veloso e legitimidade dos suplentes gera discussões na Assembléia

Assembleia decreta luto oficial pela morte do deputado Pedro Veloso
imirante.com
A Assembleia Legislativa do Maranhão está de luto. Morreu na madrugada desta quarta-feira (7) o deputado estadual Pedro Aristoteles Sousa Veloso (PDT), 51. Ele estava internado em São Paulo (SP) há vários dias submetendo-se a um tratamento de saúde. Há pelo menos um ano, o deputado estadual lutava contra a leucemia.

O deputado estadual Pedro Veloso já havia se submetido a um tratamento para a leucemia, quando houve uma melhora no seu quadro. Ele chegou a fazer um transplante de medula, quando ainda voltou a trabalhar na Assembleia Legislativa. Contudo, no último mês, o seu quadro piorou. Desde ontem, o deputado estudal estava em coma.

Pecuarista com influência política no município de Pio XII, o deputado Pedro Veloso estava em sua segunda legislatura. Nesta última, assumiu a vaga da ex-deputada estadual Maura Jorge (DEM), na condição de primeiro suplente.

A notícia do falecimento do deputado Pedro Veloso foi recebida na manhã de hoje, pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado Marcelo Tavares (PSB), que imediatamente determinou a suspensão da sessão ordinária, decretando luto oficial por três dias. Também foram suspensas as duas audiências públicas programadas para esta semana, entre elas, a que trataria sobre a Refinaria Premium, que seria realizada nesta quinta-feira (8), e a das operadoras de telefonia celular, marcada para sexta-feira.

Até o momento a Assembleia Legislativa ainda não recebeu informações sobre o translado do corpo do deputado Pedro Veloso de São Paulo para São Luís e nem sobre o velório, que poderá acontecer no plenário da Casa.
(Da Agencia Assembleia)
 
Legitimidade dos suplentes de Veloso já gera discussões na Assembléia
A morte do deputado Pedro Veloso (PDT) gerou hoje uma discussão na Assembléia sobre a legitimidade dos suplentes do PDT para assumir o mandato. 
O primeiro suplente é Chico Leitoa (PDT), que tem o diploma questionado pelo Ministério Público. Para o MPE, Leitoa é inelegível - portanto, nem deveria figurar na lista de suplentes - desde 2006. 
Ocorre que o segundo suplente é o ex-deputado Luiz Pedro de Oliveira trocou o PDT por outra legenda para disputar as eleições de 2010, o que pode levar o partido a reivindicar a vaga para Rubem Brito. 
Mas Brito também trocou de partido, o que, em tese, o impede de assumir o mandato. 
Depois de Brito seria o ex-deputado Mauro Bezerra (PDT), já falecido. 
O único contra o qual nada consta - pelo menos de conhecimento público - é o quinto suplente, José Gomes Coelho, nome desconhecido nos meios políticos. 
A briga promete até que a Assembléia convoque o suplente do falecido Veloso…


Novo Internet Explorer 8: faça tudo com menos cliques. Baixe agora, é gratis!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Toda pessoa tem direito à liberdade de opinião e expressão; este direito inclui a liberdade de, sem interferência, ter opiniões e de procurar, receber e transmitir informações e idéias por quaisquer meios e independentemente de fronteiras. Vale lembrar: a Constituição Federal brasileira de 1988 veda o anonimato.

CONHEÇA A LISTA DE CURSOS 24 HORAS, VOCÊ É MEU INDICADO PARA EFETIVAR SEU CADASTRO AQUI

Empresa Mexicana de produtos alimentícios e/ou nutricionais e naturais com a melhor e exclusiva tecnologia desenvolvida por cientistas da NASA, presente em mais de 20 paises, procura pessoas a partir dos 18 anos de idade Na Sua Cidade para érea de vendas e distribuição.


A Constituição Federal no inciso IV do artigo 5 garante a livre manifestação de pensamento mas veda o anonimato.

"A vontade de Deus nunca irá levá-lo(a) aonde a Graça de Deus não irá protegê-lo(a)."

OBRIGADO, POR SUA VALOROSA VISITA!

Oportunidades

Pesquisar neste blog