DEIXE SUA CONTRIBUÇÃO EM COMENTÁRIOS

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Prefeito de Guimarães tem contas rejeitadas; Pe. William foi multado em R$ 90,4 mil

Os conselheiros e auditores do Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE), em sessão plenária realizada nesta quarta-feira, 19, desaprovaram as contas apresentadas por William Guimarães da Silva (DEM), prefeito de Guimarães, referentes ao exercício financeiro de 2006.

Diversas irregularidades foram encontradas após análise realizada pela equipe técnica do TCE nos documentos integrantes da prestação de contas, entre as quais se destacam: ausência de lei instituindo o plano de carreiras, cargos e salários dos servidores efetivos do município; encaminhamento fora do prazo de cópia do Plano Plurianual (PPA), da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e da Lei Orçamentária Anual (LOA); gasto com pessoal contratado por tempo determinado acima dos limites estabelecidos pela legislação vigente; encaminhamento fora do prazo do Relatório Resumido de Execução Orçamentária (RREO) e do Relatório de Gestão Fiscal (RGF) e não comprovação da publicação dos Relatórios de Gestão Fiscal (RGF).

Além de ter suas contas desaprovadas, o TCE determinou que William Guimarães da Silva pague multas que totalizam R$ 90.400,00.

Na mesma sessão foram desaprovadas também as contas apresentadas por Eliomar Alves de Miranda (Capinzal do Norte/2006), com multas de R$ 34.400,00 e Mário Jorge da Silva Carneiro (Esperantinópolis/2006).

Juvenal Leite de Oliveira (Sucupira do Riachão/2006) teve suas contas julgadas regulares com ressalvas, com multas de R$ 6.200,00.

CÂMARAS

Entre as câmaras municipais, foram julgadas irregulares as contas de Antonieta Silva Cardoso da Silveira (Parnarama/2005), com débito de R$ 34.775,96 e multas de R$ 14.677,00; Antonio Resende de Lima (Arame/2007), com débito de R$ 33.846,15 e multas de R$ 31.028,23; José Valdimar de Oliveira (Zé Doca/2007), com débito de R$ 11.990,00 e multas de R$ 27.105,00; Luís Gomes de Carvalho (Araguanã/2005), com débito de R$ 25.748,05 e multas de R$ 31.018,00; Maria do Carmo Pimenta Corrêa (Serrano do Maranhão/2006), com débito de R$ 55.182,12 e multas de R$ 23.518,00; Masolene Coelho Rodrigues (Lago da Pedra/2006); Orlando Belém Ribeiro (Cururupu/2005), com débito de R$ 7.620,12 e multas de R$ 31.180,00; Valdenor Ferreira da Silva (Lago Açu/2005), com multas de R$ 4.505,00; Walfredo Correia Filho (Nina Rodrigues/2006), com débito R$ 14.105,92 e multas de R$ 34.195,00; Wesley Brito da Silva (Matões/2006), com multas de R$ 16.561,00. (Da Ascom / TCE-MA)

  
Veja e divulgue este Blog
Acreditar na vitória é um dom de quem NASCEU para VENCER!
BANCO: CAIXA ECONOMIA FEDERAL: AENCIA 1576 CONTA POUPANÇA: 013 00058082-9




Conheça os novos produtos Windows Live. Clique aqui!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Toda pessoa tem direito à liberdade de opinião e expressão; este direito inclui a liberdade de, sem interferência, ter opiniões e de procurar, receber e transmitir informações e idéias por quaisquer meios e independentemente de fronteiras. Vale lembrar: a Constituição Federal brasileira de 1988 veda o anonimato.

CONHEÇA A LISTA DE CURSOS 24 HORAS, VOCÊ É MEU INDICADO PARA EFETIVAR SEU CADASTRO AQUI

Empresa Mexicana de produtos alimentícios e/ou nutricionais e naturais com a melhor e exclusiva tecnologia desenvolvida por cientistas da NASA, presente em mais de 20 paises, procura pessoas a partir dos 18 anos de idade Na Sua Cidade para érea de vendas e distribuição.


A Constituição Federal no inciso IV do artigo 5 garante a livre manifestação de pensamento mas veda o anonimato.

"A vontade de Deus nunca irá levá-lo(a) aonde a Graça de Deus não irá protegê-lo(a)."

OBRIGADO, POR SUA VALOROSA VISITA!

Oportunidades

Pesquisar neste blog