DEIXE SUA CONTRIBUÇÃO EM COMENTÁRIOS

terça-feira, 28 de julho de 2009

Ministério Público pede afastamento do prefeito de Turilândia

Ação questiona atos de improbidade administrativa na compra de ambulância
La no município de Cururupu o Ministério Público conseguiu afastar o Prefeito corrupto, assumiu o vice, em Turilândia a ação do Ministério Público é elogiada.

Tática manjada essa do prefeito de Turilândia, conheço um caso curioso em que a exatamente dois anos foi prestado um serviço para a prefeitura e sempre a mesma ladainha, vem dia tal, fala com fulano de tal, depois mudam de tom e dizem que não sabiam de nada...
Tentei sem sucesso localizar o prefeito para comentar sobre o assunto. Eles nem mesmo atedem mais o celular quando ligo. Talvez pensem que estou tentando receber um pagamento pendente a aproximadamente dois anos.

"Apesar do dinheiro público ter sido gasto, empregado e pago em janeiro de 2006, apenas em meados de 2007 o veículo, efetivamente, passou a estar disponibilizado em prol da população. Evidentemente, isso constitui ato de improbidade que causou prejuízo ao erário", ressaltou o promotor de Justiça.

O promotor de Justiça Emmanuel José Peres Netto Guterres Soares, titular da promotoria de Justiça de Santa Helena, ingressou na justiça com um pedido de liminar pedindo o afastamento do prefeito do município de Turilândia (Termo Judiciário da Comarca de Santa Helena), Domingos Sávio Fonseca da Silva, mais conhecido como “Domingos Curió”.
De acordo com o promotor, o afastamento do prefeito por um prazo de 180 dias visa garantir que não haja qualquer influência no processo de instrução processual a respeito de atos de improbidade administrativa cometidos por Domingos Curió na compra de uma ambulância pelo município.
A compra do veículo foi feita a partir da assinatura de um convênio e posterior repasse de R$ 90 mil por parte da Secretaria de Estado da Saúde. Apesar do recurso ter sido transferido para o município de Turilândia em dezembro de 2005, o veículo só foi comprado em 31 de janeiro de 2006 e entregue em meados de 2007, mais de um ano e meio depois do repasse dos recursos.
O contrato assinado previa a entrega da ambulância em um prazo de 15 dias. Segundo o prefeito Domingos Sávio Fonseca da Silva, o atraso aconteceu por problemas da montadora / revendedora. O promotor Emmanuel Peres Netto, no entanto, ressalta que o próprio contrato previu penalidades para o não cumprimento de especificações, projetos e prazos, mas nenhuma medida foi tomada para cobrar o cumprimento do que foi acordado.
“Apesar do dinheiro público ter sido gasto, empregado e pago em janeiro de 2006, apenas em meados de 2007 o veículo, efetivamente, passou a estar disponibilizado em prol da população. Evidentemente, isso constitui ato de improbidade que causou prejuízo ao erário”, ressaltou o promotor de Justiça.
Além disso, a prestação de contas do convênio deveria ter sido feita em um prazo de oito meses, mas, até hoje, mais de três anos e meio depois, a questão continua pendente. Foram detectadas irregularidades pelo Estado que não foram corrigidas, resultando na não aprovação das contas.
Além do imediato afastamento do prefeito, a Ação Civil Pública proposta pelo Ministério Público requer a sua condenação por atos de improbidade administrativa. Entre as penalidades, Domingos Curió está sujeito à perda da função pública, suspensão dos direitos políticos de três a cinco anos, pagamento de multa de até 100 vezes o valor de sua remuneração do cargo de prefeito, e proibição de contratar ou receber benefícios do poder público.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Toda pessoa tem direito à liberdade de opinião e expressão; este direito inclui a liberdade de, sem interferência, ter opiniões e de procurar, receber e transmitir informações e idéias por quaisquer meios e independentemente de fronteiras. Vale lembrar: a Constituição Federal brasileira de 1988 veda o anonimato.

CONHEÇA A LISTA DE CURSOS 24 HORAS, VOCÊ É MEU INDICADO PARA EFETIVAR SEU CADASTRO AQUI

Empresa Mexicana de produtos alimentícios e/ou nutricionais e naturais com a melhor e exclusiva tecnologia desenvolvida por cientistas da NASA, presente em mais de 20 paises, procura pessoas a partir dos 18 anos de idade Na Sua Cidade para érea de vendas e distribuição.


A Constituição Federal no inciso IV do artigo 5 garante a livre manifestação de pensamento mas veda o anonimato.

"A vontade de Deus nunca irá levá-lo(a) aonde a Graça de Deus não irá protegê-lo(a)."

OBRIGADO, POR SUA VALOROSA VISITA!

Oportunidades

Pesquisar neste blog